...

Arquivo do blogue

segunda-feira, 12 de março de 2012

CONVERSA

"Se ele gosta de ti, não esperes que ele te chame de “bebé, fofinha, etc..” Se ele realmente 
gostar, vai chamar-te “burra, idiota e até de macaca”"


Em relação a frase:


MB: pergunta: é mesmo assim, Bia?
BB:  talvez, não sei. Eu ainda não sei muito sobre este tema(amor) ando a tentar aprender.
MB: diz: acho que não se aprende.
BB:  tenho pena, gostava de aprender qualquer coisa.
MB: diz: Não te dou muitas esperanças,desculpa.
BB:  obrigada pela sinceridade. 


Pois é verdade eu não sei nada sobre este tema, acho um assunto super abstracto e que não tem significado certo do que é. Acho que é muito mais que palavras, é movimentos, gestos é....


18 comentários:

  1. Esse tema aprende-se, sim :)
    Aprende-se sobre respeito, amizade, confiança e apoio. Aprende-se a estar disponível e a tentar mudar o mundo só para ver um sorriso :)

    ResponderEliminar
  2. O amor não se mede, nem se pesa... mas sente-se e vê-se através de (como disseste e muito bem) gestos, actos e atitudes! :) Agora se ele realmente gostar de ti vai ser sincero e chamar-te fofinha quando mereceres e vai-te chamar à atenção quando for preciso. O amor também é verdade e aceitação.

    ResponderEliminar
  3. Não é preciso perceber-se de amor, é preciso vivê-lo ..

    ResponderEliminar
  4. Quanto à frase, é verdade. À medida que se começa a gostar de alguém, a ter mais intimidade, os nomes mais estúpidos começam a fazer sentido. É o picar, é tudo...
    O amor não tem um definição, somos nós que o fazemos. O amor és tu e ele e aquilo que fazem que vos traz felicidade.

    ResponderEliminar
  5. Obrigada! :)
    Discordo do que tem sido aqui dito nos comentários,acho que o amor não se aprende. Vive-se.....!

    ResponderEliminar
  6. E quando se vive e se sente, é lindo!

    ResponderEliminar
  7. Sim,eu acho que não se aprende.Sente-se ou não.E há tantos tipos de amor....

    ResponderEliminar
  8. É tão complexo sabes. Podes viver um grande amor de uma forma com uma pessoa, e depois, se encontrares outra podes experimentá-lo de outra forma completamente diferente, isto tendo em conta os gostos, as opiniões e as personalidades de cada um e as tuas vivências ;) não se pode definir nem aprender ;)

    ResponderEliminar
  9. Os valores aprendem-se, o amor vai-se vivendo. O resto são pormenores. Por acaso com o meu namorado tanto é palavras meigas, como palavras mais na brincadeira. Deve-se muito à nossa cumplicidade.

    http://viverentrelacos.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  10. O amor não se percebe mesmo linda. Vive-se e sente-se,)

    ResponderEliminar
  11. Pessoalmente, não acredito no amor, mas sim na paixão.

    ResponderEliminar
  12. Acho que este é aquele tema que, quando pensamos que estamos a aprender, tudo muda e percebemos que não sabemos nada. Aliás, nunca aprendemos muito sobre o amor. Acredito em maturidade e sensatez e que isso nos ajuda a lidar melhor até com o amor, mas não saber nada faz parte do amor :)

    ResponderEliminar
  13. weel n concordo mt com a frase, acho q se gosta chama de tudo, e chamar-te "nomes" só significa que tem muito à vontade contigo o q é excelente numa relação

    ResponderEliminar
  14. o amor não se aprende porque se sente... e nós não aprendemos a sentir.
    beijinhos querida**

    ResponderEliminar
  15. aprende-se a senti-lo e a viver de sentimentos, erros e alegrias.
    ninguém sabe tudo sobre o amor.
    beijinho*

    ResponderEliminar
  16. acho que é mesmo como se costuma dizer ... "não se define, sente-se" :)

    ResponderEliminar
  17. "Acho que é muito mais que palavras, é movimentos, gestos é..." é algo que não tem explicação ou medida

    ResponderEliminar

ATENÇÃO !
Todos os comentários feitos serão aqui respondidos.
Obrigada :)